Celso Calegare e autoridades debatem segurança pública

por Comunicacao — publicado 06/05/2015 03h00, última modificação 29/10/2018 15h59
Comerciantes pedem apoio em reunião, alem de discutir os principais pontos da segurança em dias de jogos

O vereador Celso Calegare (PDT) promoveu uma reunião no último dia, 12, no Arena Barueri, com os comerciantes da região do Jardim Belval junto às autoridades municipais.

A convite do parlamentar estiveram presentes, o secretário de Assuntos de Segurança, Gilberto Pereira Brito; o secretário de Indústria, Comércio e Trabalho, representado pelo chefe da fiscalização, Amauri Marcos Mendonça; o capitão da Polícia Militar, Thiago Bastan Theodoro de Souza e o supervisor da Guarda Municipal de Barueri, Henrique Rodrigues de Paula, para discutir e pontuar questões relevantes e de extrema importância para a segurança do bairro em dias de jogos.

A reunião foi proposta pelos comerciantes que procuraram o vereador com o objetivo de explicar detalhes dos serviços aplicados em dias de jogos que estavam afetando o comércio local.

“O sucesso de qualquer cidade é o diálogo. É preciso unir os poderes para solucionar os problemas que acontecem nos bairros. No entanto, poucas pessoas tem conhecimento que unidos podemos colocar em prática as devidas soluções pertinentes. Precisamos dar visibilidade para que a população possa cada vez mais se aproximar e se interessar pelos assuntos da nossa cidade”, justificou Celso Calegare.

Para o comerciante em dias de jogos eles sofrem prejuízos por fecharem seus estabelecimentos em horários constituídos pela fiscalização. “Ficamos três dias fechados por conta de grandes jogos. Não podemos deixar o nosso sustento, as mercadorias estragarem e também, o lucro por causa desses eventos. Precisamos achar soluções para manter essa união e não prejudicar ninguém", declarou Joseon Santos.

O capitão da PM Theodoro destacou que é necessário o esforço e a mobilização de toda comunidade para em dia de jogos permaneçam em alerta aos perigos de torcidas organizadas que tumultuam a vida dos comerciantes, participantes do evento e munícipes. "Acredito que se os comerciantes adotarem os descartáveis em dias de jogos protegemos vidas, patrimônio público e privado e o bom nome da nossa cidade", declarou o capitão.

Segundo o representante da secretaria de Industria e Comércio, Amauri Mendonça, "A nossa dificuldade são com os ambulantes que não tem a regularização fiscal e vende os produtos irregulares prejudicando aqueles que vendem adequado. A prioridade no evento é o pai de família que participa do evento e o serviço da polícia que beneficia a segurança do local", disse.

Henrique de Paula, supervisor da Guarda Municipal destacou que essa preocupação já existe em grandes estádios e que as informações a respeito de torcidas problemáticas e de situações adversas são provocadas entre os torcedores. "A guarda sempre está de prontidão para solucionar os problemas de segurança em dias de jogos, além disso estamos aplicando as leis municipais, a lei de controle de ruídos, sons e vibrações e agora a Lei Seca. Trabalhando juntos, com as demais autoridades municipais acredito que podemos oferecer qualidade de vida aos munícipes", revelou o supervisor da GCM.

error while rendering plone.comments