Câmara cria programa de conscientização contra álcool e outras drogas

por Comunicacao — publicado 30/05/2019 13h53, última modificação 30/05/2019 13h53
Vereadores aprovaram projeto que institui semana para debater políticas e programas de prevenção à dependência de bebida e substâncias

Durante sessão ordinária realizada na última terça-feira, 28, o Plenário da Câmara Municipal de Barueri aprovou o Projeto de lei 040/2019, que institui a Semana de Prevenção ao Uso de Álcool e outras Drogas.

A iniciativa, de autoria do vereador Sílvio Macedo (DC), passa a fazer parte do calendário oficial de eventos do município e deve ser realizada anualmente na semana de 26 de junho. “Sempre tive preocupação com esse tema. Presenciei de perto o desespero e a ruína de várias famílias que vivenciaram o problema da dependência. Nós queremos soluções para conscientizar e fazer com que todos se atentem a essa doença tão grave com consequências devastadoras”, afirmou.

O objetivo é a promoção de ações conjuntas entre o poder público e a sociedade organizada para prevenção da dependência química. Parcerias com associações, entidades e setores privados devem fortalecer as campanhas educativas, inclusive nas escolas. O projeto segue agora para sanção do Poder Executivo.

       

Prevenção

De acordo com especialistas, é muito difícil convencer alguém a não fazer algo que lhe dê prazer; drogas e álcool, antes de qualquer outra coisa, oferecem prazer imediato, e por causarem dependência física, psicológica e síndrome de abstinência são de difícil tratamento. As ações preventivas devem ser planejadas e direcionadas para o desenvolvimento humano, o incentivo à educação, à prática de esportes, à cultura, ao lazer e a socialização do conhecimento sobre drogas.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) considera que a dependência em drogas lícitas ou ilícitas é uma doença. O uso indevido de substâncias como álcool, cigarro, crack e cocaína é um problema de saúde pública de ordem internacional que preocupa nações do mundo inteiro, pois afeta valores culturais, sociais, econômicos e políticos.

O alcoolismo é uma doença crônica, com aspectos comportamentais e socioeconômicos, caracterizada pelo consumo compulsivo reconhecida predisposição genética para a dependência, outros fatores podem estar associados: ansiedade, angústia, insegurança, fácil acesso ao álcool e condições culturais.

error while rendering plone.comments