Câmara aprova projeto que impede ‘ideologia de gênero’ em sala de aula

por Comunicacao — publicado 24/10/2017 23h00, última modificação 29/10/2018 12h59
Texto de autoria do vereador Allan Miranda veta atividades pedagógicas sobre o tema na rede municipal de ensino
Câmara aprova projeto que impede ‘ideologia de gênero’ em sala de aula

Fotos: Ivan Nunes/CMB

O plenário da Câmara Municipal de Barueri aprovou, na sessão de terça-feira, 24, projeto de lei de autoria do vereador Allan Miranda (PSDB) que proíbe a “realização de atividades pedagógicas que promovam, incentivem ou fomentem a ideologia de gênero” no sistema barueriense de ensino.

Ao pedir o voto dos colegas para a aprovação do texto, o parlamentar exibiu um vídeo explicando o tema e de que forma ele foi inserido no Plano Nacional de Educação - e posteriormente retirado por pressão dos deputados durante a votação no Congresso Nacional - e na Base Nacional Comum Curricular.

“Quando entrei com esse projeto, eu sabia que haveria uma resistência muito grande de uma minoria. São poucas pessoas, mas fazem muito barulho”, contou Allan Miranda. “Ouvi diversas opiniões contrárias que me assustaram muito, por serem a favor dessa ideologia”, disse.

Segundo o vereador, o ambiente escolar não é o local adequado para discutir sobre gênero. “A escola tem que ensinar matemática, português, ciências... A educação, o gênero, a ética a moral e os bons costumes têm que vir da família. Não é possível que nossas crianças sejam vítimas dessa ideologia”, completou Allan Miranda.

error while rendering plone.comments